BORDEAUX





INFORMAÇÕES

Região: Bordeaux
País:
França

DESCRIÇÃO

 

BORDÉUS

O Vinhedo de Bordeaux -  “Le Vignoble de Bordeaux” - está localizado na Aquitânia, no sudoeste da França. Alguns dos vinhos aí produzidos estão entre os mais caros em absoluto e de maior prestígio, em todo o mundo. A produção é variada - cerca de 80% são vinhos tintos e cerca de 20% vinhos brancos secos ou vinhos doces; um pouco rosé, Clairet e, também, vinho espumante ("Palus").

No ano de 2010, havia 117 200 hectares em produção. Número este que se refere a toda a colheita declarada, sem as videiras jovens. Apenas 1800 hectares produzem vinhos de mesa; os restantes produzem vinhos AOC (Região Demarcada). E há uma produção de cinco a seis milhões de hectolitros por ano. O Gironde é a terceira região do vinho francês, depois de Hérault e Aude, mas o primeiro, na quantidade de vinhos AOC classificados.   


Os seus limites geográficos são, teoricamente, os do Departamento de Gironde, mas as plantações não estão distribuídas uniformemente. 505 dos 542 municípios pertencem à área de denominação, à excepção de Les Sables e Les Landes de Bordeaux , que não são adequados para a viticultura .

A região de vinhedos de Bordeaux é, tradicionalmente, dividida em várias sub-denominações: Médoc, Graves e Sauternes, na margem esquerda do Garonne. Situam-se entre Garonne e Dordogne e Libournai, Blaye e Bourgeais, na margem direita do Dordogne. A existência de um total de trinta e oito denominações é explicada pela diversidade do solo, as variedades cultivadas, o tipo de cultivo e a própria vinificação .

O clima atlântico é temperado - quente o suficiente para permitir a viticultura, mesmo em terreno plano, e a precipitação é distribuída uniformemente ao longo do ano. O início de primavera, normalmente, é precedido por um ano difícil. Por outro lado, há uma bela tarde de outono e boas safras. A localização permite invernos amenos e verões quentes, sem dessecamento e o sol permite às uvas atingir um bom nível de maturidade.

As regiões de produção das castas do Gironde  tem, no Merlot, 69 407 hectares, sendo que se tem a seguir Cabernet Sauvignon, com 25 637 hectares e Cabernet Franc, com 11 503 hectares. Entre os vinhos brancos, temos o Sémillon, com 7 236 hectares e o Sauvignon Blanc, com 5515. O primeiro destes dois domina as denominações dos vinhos doces; por sua vez, o segundo caracteriza os vinhos brancos secos da região.

As proporções entre as variedades variam de acordo com o produtor. Para os tintos, temos o Trio Merlot/ Cabernet Sauvignon/Cabernt Franc; e, para os brancos, a dupla das castas Sauvignon blanc/Semillon. É graças ao prestígio dos vinhos de Bordeuax que as castas de  Merlot e Cabernet Sauvignon são encontrados em todo o mundo.

A casta de Merlot é uma variedade robusta, com bom rendimento, mas sensível ao oídio. O vinho é aromático e não muito tânico. Esta espécie  encontra-se, especialmente, em Margaux. E, na margem direita, principalmente em Pomerol, é dominante.

O Cabernet Sauvignon amadurece um pouco tarde, com uma média de uma a duas semanas, se em comparação  com o Merlot. Os seus pequenos frutos descascados e grossos são pouco afectados; os vinhos destes provenientes são rigorosos, com forte carácter, tânico, exigindo mais tempo de armazenamento para a sua maturação. As uvas são colhidas antes de estarem completamente maduras, conseguindo desenvolver sabores únicos e frutados. A uva tinta domina as margens em que estas castas se desenvolvem, nas denominações de prestígio do Médoc. Aduza-se que é mais raro que se desenvolvam com a mesma qualidade, na margem direita.

A Cabernet Franc amadurece em cerca de  dez dias mais cedo do que o  Cabernet Sauvignon, que também é feito de pequenas bagas. O vinho tem cores com menos tânicos, intenso, e também mais aromático.


A sémillon dá vinhos brancos secos, em que a fruta é  intercalada com  outras castas. Com produção elevada, mas sensível ao oídio, com cascas dos bagos grossas. A função principal da sémillon é a de ser mesclada com a de sauvignon, nos vinhos licorosos, como ocorre em Sauternes, o que permite esquecê-la nos vinhos secos. Entretanto, ela é associada à sauvignon, em grandes Graves brancos.

O sauvignon blanc é uma variedade de alta produtividade e com base nos vinhos brancos secos de Bordeaux. Tem um frutado leve e com acidez - mesmo nos vinhos doces. Pode encontrar-se em toda a área em crescimento.

SAINT-EMILION

A denominação St. Émilion situa-se na margem direita do Dordogne, numa encosta voltada para o leste-oeste, que se transforma em encostas suaves para o norte. Como o coração da denominação, o planalto de calcário de aproximadamente 2 000 hectares entre St. Émilion e Castillon-la-Bataille, que se aplica ao Dordogne, traz frutados e delicados vinhos. O melhor vem do sul - oeste e sul , em que oito dos onze Premier Grand Cru Classées estão localizados. Os vinhos são ricos e flexíveis, sendo que tais propriedades são atribuídas ao solo, aon microclima e à boa drenagem, havendo dez a 15 pés de uma espessa camada de cal.

A área inclui os oito municípios: St. Émilion , St. Christophe-des- Bardes, St. Laurent-des- Combes, St. Hippolyte St. Sulpice-de- Falgens , St- Pey- d'Armens , St- Etienne- de- Lisse, Vignonet e parte do Libourne. A diversidade dos vinhos de St-Émilion baseia-se no tamanho de área e na diversidade de solos, que oferecem boas condições para a Merlot. Mesmo nos demais municípios da denominação, domina o Merlot, com uma quota de 60% nas vinhas. A areia de cascalho na fronteira com Pomerol é mais adequada para Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc.

St. Émilion é considerada como uma região de pequenas fazendas e o tamanho médio de um bem, com algumas excepções, é pouco mais de 10 hectares..

O saint-émilion  d' Appellation d' Origine está sujeito a classificação anual rigorosa, sob a supervisão do Instituto Nacional das denominações de origem controlada, o Syndicat Viticole de St-Émilion. A classificação dos vinhos de Saint- Emilion, datada de 1954, é revista a cada 10 anos. Está dividida em duas categorias : o "Saint- Émilion Grand Cru Classé Premier A et B " e " Saint- Émilion Grand Cru Classé Premier". Atualmente, 72 Crus são classificados, incluindo 15 Premier Grand Cru Classé (2 A e 13 B) e 57 Grand Cru Classé .
 
 

PRODUTORES

Delacour


CASTAS

Castas tintas
Cabernet Franc | Merlot

 

Sobre

A Gomes Weine importa vinhos de Portugal, Espanha e França e conta com mais de 30 anos de experiência na sua comercialização. Os vinhos Gomes Weine destacam-se pela sua grande qualidade sendo provenientes dos melhores produtores e elaborados pelos grandes enólogos.

Tel:
++41 61 303 04 50
Fax: 
++41 61 303 04 54

   
E-mail
gomesweine@gomes-weine.ch
   
Horário de abertura
2ª feira a 6ª feira: 09:00 - 12:00 e 14.00 – 18.30
Sábado: 10.00 – 16.00
Restantes horários por acordo